Cristiano Ronaldo e seus dez carros de luxo

Craque é craque, não é não? O grande ídolo Cristiano Ronaldo, jogador do Real Madrid, não coleciona somente títulos e prêmios individuais. O cara também conta com uma larga frota de carros de luxo, que costuma exibir com frequência pelas redes sociais.

O site Auto Fácil realizou diversas análises e revelou o valor do montante investido em seus dez possantes. Ao todo, os brinquedos chegam a custar quase seis milhões de euros, atingindo a marca de 24 milhões de reais convertidos. As robustas máquinas estão guardados na mansão de Cristiano Ronaldo em La Finca, no bairro Pozuelo de Alarcón, em Madri.

Para ser mais exato, os carros do camisa 7 custam ao todo € 5,778 milhões. Isso pode chegar a custar R$ 23,2 milhões convertidos. Isso, sem levar em consideração todos os apetrechos extras incluído pelo craque em cada um de seus carros. E fora os valores de manutenção.

A última aquisição do atacante foi nada menos que um Bugatti Chiron em prata. O valor dessa belezinha foi avaliado em € 2,5 milhões – mais ou menos dez milhões de reais.

Abaixo, você encontra uma lista com toda a coleção de carros de Cristiano Ronaldo e os valores aproximados.

Range Rover Sport SVR (148.500 euros)

Rolls-Royce Ghost (289.184 euros)

Maserati GranCabrio (154.386 euros)

Mercedes S65 AMG Coupé (244.000 euros)

Porsche 911 Turbo S (232.995 euros)

Ferrari 599 GTO (600.000 euros

McLaren MP4-12C (232.800 euros)

Lamborghini Aventador (357.100 euros)

Bugatti Veyron Super Sport (2.500.000 euros)

Ferrari LaFerrari (1.300.000 euros).

 

Fonte: Extra [Globo]

Para mais informações sobre nossos serviços, clique aqui.

Kriptacoin envolvida em pirâmide financeira

O Ministério Público do Distrito Federal vai leiloar 15 carros de luxo e um helicóptero apreendidos. Todos eles foram tomados durante a operação contra uma pirâmide financeira envolvendo moeda virtual falsa, a Kriptacoin.

A intenção é recuperar mais de dez milhões de reais, evitando que os bens se desvalorizem no mercado. Isso poderia causar muito mais prejuízo às vítimas, que ainda aguardam o ressarcimento.

O pedido feito à Justiça para o leilão foi realizado na última quinta-feira, dia 08, em um documento contendo 88 páginas. O ‘memorial’ reforça a denúncia e balanceia tudo o que aconteceu, incluindo laudos e depoimentos.

Este compilado também será realizado pela defesa dos 14 réus. A ponderações restantes basearão a decisão do juiz durante a fase final do processo.

Os bens perdem seu valor a cada dia. Antes, o processo poderia levar até 7 anos até o leilão. Agora, não é necessário esperar pelo trânsito em julgado, quando não cabe recurso. Por isso, querem que o leilão seja feito o mais rápido possível para recuperar o dinheiro e colocá-lo em contas judiciais.

Queremos impedir que o bem fique estragando, que ele perca o valor. Neste momento, o que prevalece é o interesse público.” declarou o promotor Paulo Binicheski.

A venda poderá recuperar até dez milhões, juntando com os outro cinco encontrados nas contas dos réus. Cerca de 15 milhões de reais serão rateados entre as vítimas.

Isso representa apenas 25% do dinheiro movimentado. Em laudos apresentados, a lavagem alcançou um montante de R$ 58 milhões. O valor do prejuízo, porém, pode ser ainda maior – já que há a expectativa da saída de um novo laudo. 

Trecho do memorial do MP reforçando denúncia (Foto: Reprodução)

Trecho do memorial do MP reforçando denúncia (Foto: Reprodução)

As demandas do MP serão consideradas pelo juiz Osvaldo Tovani, da 8ª Vara Criminal no dia do julgamento. Não há prazo para ocorrer. Durante esse tempo, quatro alvos estão mantidos em cárcere por tempo indeterminado.

A acusação do grupo é por crimes de lavagem de dinheiro, pirâmide financeira, organização criminosa e estelionato. Ao todo, podem somar 15 anos de prisão para cada envolvido.

Fonte: G1

Para mais informações sobre nossos serviços, clique aqui.

Os ruídos do carro e como solucioná-los

Motoristas bem sabem o tanto de barulho estranhos que podem sair de um automóvel. São assobios, rangidos, roncos, que sempre causam alguma desconfiança. Os ruídos do carro podem, porém, ser muito graves em algumas situações.

Como você pode, então, verificar se os ruídos do carro são provenientes de perigos mais sérios?

Abaixo, você encontrará uma lista completa de dicas para te deixar mais calmo e diagnosticar os problemas com maior certeza. Além disso, lembre-se de contatar um mecânico ou o seguro sempre que necessário.

Chiados durante a frenagem

São comuns de se ouvir os chiados e assovios agudos durante a frenagem. A origem pode estar no atrito dos componentes, desgaste das pastilhas ou mau funcionamento dos freios.

Se o assovio está acontecendo em um carro novo, é extremamente necessário levá-lo à concessionária e verificar os problemas que estão atingindo-o, podendo ser coberto pela garantia do automóvel. Esses chiados podem nos alertar para o perigo iminente de ocasionar diversos tipos de acidentes. Fique em alerta!

Barulhos na dianteira

Se há ruídos constantes provenientes da dianteira do seu carro, muito provavelmente há algum problema com o motor.

Verifique a coreia dentada, a bomba d-água e todos os componentes diretamente ligados ou próximos à peça. O barulho recorrente também pode sinalizar problemas nos rolamentos das rodas ou alternador. Verifique imediatamente e evite maiores complicações.

‘Grilos’

O carro, em movimento, produz barulhos variados e muito esquisitos? Esses são os famosos grilos.

Na maior parte, são gerados por problemas no revestimento da cabine ou peças mal encaixadas na lataria. Esses ruídos do carro são muito mais um tipo de ‘incômodo’ do que um problema sério. Apesar disso, fique atento, consertar os grilos pode sair por até R$ 5000 nas concessionárias.

Roncos

Se os ruídos se assemelham a um tipo de ronco durante o movimento, provavelmente isso é um indicativo de fadiga dos rolamentos. Esse problema pode causar o travamento das rodas, gerando acidentes muito graves.

Se ao torcer o volante você escutar algum barulho, provavelmente há algo de errado com a direção hidráulica. O baixo nível do fluído endurece o volante e dificulta as manobras, o que pode aumentar o risco de acidentes.

Rangidos estranhos

‘Nhec-nhecs’ frequentes ao passar por lombadas e buracos? Muito provavelmente a suspensão do seu carro está com as buchas ressecadas ou frouxas. Circular com esse problema pode danificar suas rodas e pneus, vá a um mecânico!

 

Fonte: G1.

Para mais informações sobre nossos serviços, clique aqui.

Carro de Putin será comercializado internacionalmente

O querido Cortege, um sedã camuflado que recebeu esse nome, que logo substituirá os atuais 11 Mercedes-Benz do intrincado presidente russo, logo será vendido para compradores de todo lugar do mundo. O carro de Putin será comercializado internacionalmente a partir de 2019, sem datas definidas.

Esse veículo foi pensado e criado com base em modelos como o Mercedes-Benz Classe S e a BMW Série 7. Conta com motores V12 e o valor de venda no mercado ainda não foi estipulado ou confirmado. Não se sabe ainda qual o modelo do carro, propriamente dito.

Ainda assim, o ministro da Indústria e Comércio da Rússia, Denis Manturov, declarou que quando o carro for lançado, enfrentará forte concorrência. Principalmente de modelos fabricados pela Rolls-Royce e Bentley, no mercado exterior. A concorrência é grande inimiga e nem a fama do carro de Putin poderá salvar os negócios para o automóvel.

 O Sudeste Asiático e o Oriente Médio, em primeiro lugar, os Emirados Árabes Unidos, e especialmente a China, foram escolhidos como mercados alvo.” afirmou à Forbes a Sollers; uma empresa russa que será responsável pela distribuição dos carros.

 

Fonte: G1

Para mais informações sobre nossos serviços, clique aqui.

Fernando Alonso e os choques nos carros de F1

Devido ao seu sistema híbrido, com um motor elétrico e um a combustão, os veículos podem continuar energizados mesmo com o carro em pura inércia. Assim, é bem possível tomar alguns choques nos carros de F1.

Esse problema é muito raro e só aconteceu durante o trabalho das equipes no desenvolvimento do sistema. O bicampeão, Fernando Alonso, por exemplo, foi uma das vítimas dos choques.

Em veículos de competição híbridos ou elétricos, há indicações sonoras e visuais para avisar os fiscais de pista se é ou não seguro encostar no carro. Assim, é bem possível tomar alguns choques nos carros de F1, mas devem estar devidamente sinalizados.” afirmou Ricardo Takahira. Ele faz parte da Comissão Técnica de Veículos Elétricos da SAE.

Nos modelos da competição, uma luz verde em cima do santantônio demonstra o momento certo para encostar no automóvel. Se for extremamente necessário atuar no veículo ligado, é necessário a utilização de luvas isolantes de eletricidade.

Há ainda uma chave geral, como um botão exposta no parte externa do carro, que desliga toda a parte elétrica do mesmo.

Os veículos híbridos e elétricos provocam ainda outros desafios relacionados a acidentes. No caso dos carros comuns de passeio, os bombeiros precisam ter noção de onde circulam os cabos de energia.

Esse conhecimento é necessário para evitar choques quando a carroceria precisa ser cortada. O problema é ainda maior quando os passageiros precisam ser resgatados das ferragens. A reparabilidade desses casos é muito mais complexa.

Como os mecânicos passam a lidar com alta tensão, eles precisam de um treinamento específico e até roupas especiais”, afirmou Takahira.

 

Fonte: Quatro Rodas

Para mais informações sobre nossos serviços, clique aqui.